O Esporte como estratégia de Marketing

tartan-track-2678544_960_720

Edson Castro
Gestor de Conteúdo – Prime Comunicação

Marketing é a capacidade de produzir e entregar uma demanda de mercado e gerar lucro e a capacidade de enxergar essa demanda, e não simplesmente desejos. Philip Kotler nos traz desta maneira a definição do que é marketing.

Ainda, segundo a Associação Americana de Marketing, “Marketing é a atividade, conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, distribuir e efetuar a troca de ofertas que tenham valor para consumidores, clientes, parceiros e a sociedade como um todo”.

A partir destes entendimentos passamos a falar um pouco sobre o Marketing Esportivo, sua aplicação e seus resultados.

O Marketing Esportivo passa a ser um desdobramento das ações de marketing com a finalidade de usar o esporte como uma ferramenta para estratégias das marcas junto aos seus públicos.

No Brasil, as principais ações de grandes investidores estão no futebol, mas várias outras modalidades conseguem usufruir dos investimentos feitos por marcas através de ações de marketing.

Nos últimos anos, o esporte movimentou alguns milhões de Reais no Brasil, uma indústria que vai muito além da marca do patrocinador em alguma camiseta.

Os recentes grandes eventos mundiais no Brasil, Copa do Mundo e Olimpíada, trouxeram um novo debate sobre a importância do Marketing Esportivo no Brasil. Muitas empresas passaram a entender de forma mais ampliada, a importância de ter suas marcas associadas ao esporte, um segmento que simplesmente reúne uma multidão de fãs apaixonados.

E é esta paixão, esta proximidade do público com seu esporte, que faz surgir a oportunidade de as marcas estarem mais próximas de seus consumidores.

O conceito e a prática dessa ferramenta de marketing, não são tão recentes. A história relata que começaram a aparecer no início da década de 1920, quando a empresa norte-americana Hillerich & Bradsby (H&B – atualmente conhecida como Slugger Museum & Factory) lançou uma estratégia de marketing e liderou a produção de tacos de beisebol na época. Essa ação desencadeou várias outras e os esportes começaram a ser vistos como oportunidades de negócio de extremo potencial.

Aliás, os cases de sucesso nos esporte norte-americanos, estão entre os principais do mundo. Kotler descreve em sua obra, Princípios de Marketing, o exemplo da Nascar entre os cases mais bem sucedidos na história do marketing esportivo. De um corrida no interior, a um dos eventos mais importantes do automobilismo mundial, seja na aproximação com o público, seja no investimento com as marcas.

No Brasil

O Marketing Esportivo ainda demanda de maior planejamento no Brasil. Poucas são as ações de longo prazo, estando basicamente no patrocínio a atletas e instituições. O envolvimento com o público e consumidores, ainda carece de maior atenção.

As principais estratégias estão ligadas ao futebol. Porém, é sabido também, que outras modalidades tem conseguido espaço junto aos investidores, como as ligas nacionais de Basquete, Vôlei e Futsal, ambas com grande exposição da mídia de massa como a televisão, e algumas categorias do automobilismo, como a Stock Car, Copa Truck e Rally dos Sertões.

Pontos Positivos

O esporte trabalha com a emoção, com a paixão do torcedor, seja em qual modalidade esportiva for. O exemplo de Kotler, em Princípios do Marketing, ressalta a força da Nascar em engajar seu público fã com as marcas que patrocinam seus pilotos e equipes.

Se um piloto é patrocinador pela Coca Cola, por exemplo, o fã consome tal refrigerante. Esta aproximação e fidelização do consumidor com a marca, é um dos pontos positivos dos investimentos pelas empresas em Marketing Esportivo.

Quem Pode Investir?

Mas quem pode investir em Marketing Esportivo, apenas grandes grupos, grandes empresas? Não! Qualquer empresa pode investir no Marketing Esportivo como uma ferramenta de consolidação de sua “parceria” com seu consumidor.

O Marketing Esportivo funciona de forma similar ao Marketing de Conteúdo, com estratégia para fidelizar o consumidor e torná-lo leal à determinada marca.

O impacto pode não ser imediato. O importante é a mensagem que a empresa quer passar ao público. Importante também, identificar o público que vai receber a mensagem. De nada adianta, por exemplo, uma marca ter como principal foco o público feminino e este não estar presente no evento/esporte a ser patrocinado.

É preciso ter estratégia, como em qualquer outra área do Marketing. O Marketing Esportivo é uma forma de transmitir valor, percepção aos consumidor.

O investidor também não pode expor sua marca com o único propósito de lucro, mas sim, se envolver na emoção do consumidor (falaremos sobre estratégias mais adiante).

Estratégias de Marketing Esportivo

Patrocínio – patrocinar atletas, eventos e instituições, estão entre as estratégias de Marketing Esportivo. Mas ao fazer tal investimento, é importante projetar ações além da marca estampada em camisetas e lugares. Ações de ativação se tornam um braço importante para o sucesso da estratégia.

Eventos – estar em eventos é uma estratégia muito importante e quer requer alguns cuidados também. A marca em espaços publicitários, como placas e outros, pode vir acompanhada de ações que interajam com o público, como forma de aproximar ou torná-lo um consumidor.

Estas são apenas algumas estratégias que podem transformar seus investimentos em bons retornos usando o Marketing Esportivo. Esteja sempre atento, no entanto, a ações como assessoria de imprensa, produção de texto, vídeos e fotografia com qualidade, porque no final, o custo de um bom e um mau investimento é quase o mesmo (senão maior no mau devido aos desdobramentos negativos), então, faça o melhor!

O exemplo da Red Bull

“A Red Bull Media House é uma empresa de mídia multi-plataforma premiada e distribuída globalmente, com a missão de inspirar histórias “fora do comum” – tanto direto ao consumidor quanto através de parcerias”.

Esta é a apresentação da Red Bull Media House em sua página oficial. Ah, mas trata-se de um grande investidor, que tem condições de produzir conteúdo atrelado aos seus patrocínios e investimentos no Marketing Esportivo! Sim, e dai, é só este tamanho de empresa que pode ter ações como estas? Não, definitivamente não é!

O patrocínio esportivo é uma ponte que pode ligar a muitos lugares, é preciso porém, muito planejamento, ter o foco e a estratégia certa! Como dissemos nos pontos anteriores, Marketing Esportivo vai muito além de apenas estampar uma marca em uma camiseta ou evento.

Com foco em conteúdo esportivo, cultural e de estilo de vida, a Red Bull Media House oferece uma ampla gama de produtos de mídia premium em TV, celular, digital, áudio e impressão. É um bom exemplo de sucesso e engajamento com seu consumidor!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s